Facebook Twitter
Área Restrita, acesse aqui.        Fone: (13) 3854-2389

Sobre Pagras: Pombos:

A família na qual pertence o pombo tem cerca de 280 espécies. Os pombos urbanos (Columba livia doméstica), são aves de cabeça pequena e redonda; bico estreito e comprimento médio, pernas e dedos, moles e geralmente vermelhos. Machos e fêmeas são semelhantes; plumagem de coloração variada oscilando especialmente entre cinza e marrom.

De modo geral apresentam reflexo metálicos – pescoço. No caso, a preocupação com os pombos, não se limita somente aos danos que estas aves causam as edificações locais, mas também aos riscos de doenças, algumas das enfermidades transmitidas por pombos urbanos são fatais.

É muito importante conhece-las para preveni-las a tempo. Algumas das doenças transmitidas por pombos são: Histoplasmose, Salmonelose, Cryptococcosis e Ornitose. “Não alimente os pombos”.

Transmissão

A transmissão de doenças ao homem pelos pombos ocorre através de inalação ou ingestão de partículas que contenham bactérias ou fungos. Esses podem ser encontrados nos resíduos deixados pelas aves como nas fezes secas (em forma de pó) e ninhos. É importante saber que outras aves também podem ser transmissoras dessas doenças.

Doenças

Criptococose: Micose que pode atingir o organismo, muitas vezes sendo confundido com meningite, por caracterizar-se com uma inflamação no cérebro. Seus sintomas são: dor de cabeça, rigidez na nuca, tontura e comprometimento ósseo ocular e pulmonar.

Histoplasmose: Provocada por fungos, pode causar pneumonia (infecção pulmonar), febre ínguas, ulcerações pelo corpo, anemia e sintomas semelhantes com o da gripe.

Salmonelose: Transmitida geralmente através de alimentos contaminados, é causada por bactérias do gênero Salmonella sp. Causando, náuseas, diarréia, dores de cabeça, cólicas abdominais e febre. Devido a desidratação pode levar a morte.

Ornitose: Doença característica de aves, mas que pode infectar o homem através de excreções e secreções das aves. Podendo causar desde uma simples alergia respiratória até uma grave broncopneumonia.

Prevenção

Quando pombais ou locais freqüentados por pombos forem limpos, deve-se usar máscara ou um pano umedecido na área do nariz e boca. E se possível umedecer a área, que será limpa antes de executar a limpeza. Outro fator fundamental na prevenção dessas enfermidades é não alimentar os pombos, auxiliando no seu controle populacional.